Cadastre-se e receba novidades

Nome*

E-mail*


Seus dados foram enviados com sucesso.
6 filmes do cinema francês pra ver com a gata no Netflix - Mr. Jazzy

6 filmes do cinema francês pra ver com a gata no Netflix

Sou muito fã do cinema francês, Truffaut e Brigitte Bardot principalmente. Mas citaria também Jean Renoir e Jean-Luc Godard, o fato é que o cinema francês tem grandes nomes e sempre foi um dos mais respeitados do mundo.

Mas não dá pra falar só dos clássicos, o cinema francês contemporãneo também merece nossa atenção, com filmes de sucesso de público e crítica  como  “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain”, e “O Artista”, vencedor do Oscar em 2012.

Por isso selecionei seis filmes do cinema francês contemporâneo que merecem sua atenção, ótimos para uma sessão de cinema em casa com a sua Ms. Jazzy. Sim, todos eles estão disponíceis no Netflix, que oferece acesso gratuito ao catálogo durante 30 dias.

 

O Artista

Na Hollywood dos anos 20, George Valentin (Jean Dujardin) é uma das maiores estrelas do cinema mudo, participando de dezenas de aventuras ao lado de seu cão da raça Jack Russel Terrier. Inveja de muitos homens, ele lentamente começa a se defrontar com o ostracismo após a invenção e chegada do cinema falado, que tem um desastroso efeito na vida do astro. Enquanto sua amiga Peppy Miller ganha notoriedade com essas mudanças, Valentin é cada vez mais relegado ao esquecimento.

“Intocáveis”

Philippe (François Cluzet) é um aristocrata rico que, após sofrer um grave acidente, fica tetraplégico. Precisando de um assistente, ele decide contratar Driss (Omar Sy), um jovem problemático. De início, eles enfrentam vários problemas, já que ambos têm temperamento forte, mas aos poucos passam a aprender um com o outro.

“Caché”

Georges Laurent é jornalista e apresentador em um programa literário de TV. Ele vive tranquilamente em uma casa em Paris, com a esposa Anne e o filho Pierrot. Porém, esta tranquilidade é quebrada no dia em que sua esposa recebe o primeiro vídeo anônimo e percebe que sua família é observada de forma anônima e perturbadora.

“A Delicadeza do Amor”

Em luto há três anos pela morte do marido, a francesa Nathalie (Audrey Tautou) é paquerada por Markus Lundl (François Damiens), um colega de trabalho sueco.

Esse casal incomum embarca em uma jornada emocional, que suscita todo tipo de questões e hostilidade no trabalho.

“O Pequeno Nicolau”

Nicolas (Maxime Godard) é um garoto muito amado pelos pais, que leva uma vida tranquila. Até o dia em ouve uma conversa entre seus pais, que o faz achar que a mãe está grávida. Nicolas entra em desespero e já pensa no pior: ao nascer um irmão, eles deixarão de lhe dar atenção. Para escapar de seu terrível destino, o menino faz campanha para mostrar a seus pais o quanto é indispensável e, por tentar agradá-los demais, acaba cometendo vários tropeços o que faz com eles fiquem enfurecidos com Nicolau. Desesperado, ele muda de tática e, com seus amigos desastrados, bola diversos planos para achar uma solução para seu problema.

 

“Piaf – Um Hino ao Amor”

Nascida no bairro de Belleville, em Paris, Édith Giovanna Gassion (Marion Cotillard) demorou a conquistar prestígio como cantora em seu país. Após anos na estrada, acabou sendo descoberta por um caça-talentos que lhe apelidou de Piaf(passarinho, em francês) e lhe deu a oportunidade de cantar em alguns cabarés bem freqüentados. O nome Edith Piaf passou, então, a ser reconhecido por toda a Europa, região que vive um período de guerras e tristes canções.

Tags: , , , ,

2 opiniões sobre “6 filmes do cinema francês pra ver com a gata no Netflix”

  1. Passeando pelo site vi e amei as dicas de filmes franceses.É uma pena que as grandes produções brasileiras e estrangeiras fiquem tão pouco tempo em cartaz e geralmente não atingem o grande público. Bjo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>