Cadastre-se e receba novidades

Nome*

E-mail*


Seus dados foram enviados com sucesso.
Crossfit x Treino Funcional: Qual é o melhor para você? - Mr. Jazzy

Crossfit x Treino Funcional: Qual é o melhor para você?

Nos últimos anos, duas modalidades de esporte tem ganhado força e adeptos pra caramba no Brasil: o Crossfit e o Treino Funcional. Muita gente as confunde por suas similaridades nos movimentos, já que boa parte do Crossfit se baseia no treino Funcional. As duas irão te ajudar a queimar gordura, melhorar o condicionamento físico e ter tônus muscular. E neste post, irei te explicar quais as diferenças entre elas, o que são essas modalidades, e como é o treino e os beneficios físicos. Mas o principal aqui será você descobrir qual se encaixa melhor aos seus objetivos e começar a praticar. Bora lá?

Treino Funcional

 

Essa modalidade tem como princípio realizar os exercícios com o próprio peso do corpo de quem pratica, e tem como base simular as atividades do seu dia a dia, como correr, subir escadas, agachar, pular, porém com formas variadas de executar esses movimentos.

Os treinos funcionais são para qualquer pessoa e duram em media uma hora de treino, sendo ideais para quem quer um físico atlético mas sem exageros musculares. Promovem ganhos de força, agilidade, potência, equilíbrio e melhoram a coordenação motora, ajudam na prevenção de lesões e trabalham o corpo de forma integrada, ao invés de isolada, como ocorre na musculação, já que para a realização dos exercícios você usa o corpo todo para poder estabilizá-lo.

Alguns acessórios, como bolas, barras, fitas de suspensão e elásticos, são utilizados para dificultar o treino, mas promovendo uma queima maior de calorias, ajudando ainda mais a secar a barriga.

O Crossfit

 

Baseado no treinamento físico da SWAT e US Marines, o Crossfit é um mix de treino funcional, ginástica olímpica, e levantamento de peso. Levantar pneu de trator, saltar por caixas, subir em cordas são alguns dos exercícios encontrados no esporte, por isso, o treino tem uma forte pegada militar.

Os treinos são de curta duração, em média de 30 a 60 minutos, e são sempre executados de forma rápida e em alta intensidade para proporcionar ganhos com o condicionamento físico, mas sempre alternando em curtos intervalos de descanso para ter uma gasto energético maior.

Sempre há uma variação no treino para aqueles que já não aguentam mais aquela história de chegar na academia, pegar a ficha e repetí-la todos os dias. Essa variação te ajuda a trabalhar as 10 aptidões básicas do ser humano — força, flexibilidade, resistência muscular, resistência aeróbia, equilíbrio, agilidade, coordenação motora, precisão, velocidade e potência.

Como os exercícios são sempre em alta intensidade, o Crossfit não é tão eficaz quanto a musculação no que se refere a hipertrofia, mas é ideal para quem busca ter definição muscular e melhorar rapidamente o condicionamento físico. Se bem orientado, pode ser praticado por quase todas as pessoas.

O mais importante para essas duas modalidades é que você não a encare simplesmente como um exercício onde terá que suar e se esforçar para obter resultados. Portanto, encare-os como um aprendizado. O importante é o conhecimento que adquirimos do nosso corpo, aprender novos movimentos, descobrir que somos capazes de superar vários desafios impostos por nós mesmos, e que não existe limite para o que podemos fazer.

Já fez sua escolha e vai começar a treinar? Deixe seu comentário contando qual modalidade escolheu e aproveite para conferir essas dicas de como se comportar na academia e não pagar mico.

Tags: ,

5 opiniões sobre “Crossfit x Treino Funcional: Qual é o melhor para você?”

  1. Meu irmão, quero no geral parabenizar você pelo o seu trabalho na Tv e por essa página que venho acompanhado a dias. Cada dia mais interativa e muito valorizada. Valeu irmão, grande abraço. Sucesso sempre, que nosso senhor e a virgem Maria te abençoe sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>