Cadastre-se e receba novidades

Nome*

E-mail*


Seus dados foram enviados com sucesso.
Na estrada com o Jaguar F-TYPE conversível - Mr. Jazzy

Na estrada com o Jaguar F-TYPE conversível

Caí na estrada a bordo de um Jaguar F-TYPE e fui em busca de boas paisagens e da emoção de pilotar um carro esportivo excepcional.

Cada detalhe dessa experiência (que durou mais de uma semana!) você lê abaixo. Tem também um vídeo sensacional, a prova do crime!

Um salve para os parceiros de crime Jaime Andrada, Luiza Villaça e Victor Collor. Respectivos diretor, co- diretora e fotógrafo dessa aventura.

IMPRESSIONANTE DE QUALQUER ÂNGULO

Eu não preciso dizer que o F-TYPE é um carro muito bonito. Gosto principalmente da extremidade traseira, mas ele é um carro impressionante de qualquer ângulo. Nunca fui tão respeitado no trânsito, haja. Todo mundo admirava e tinham uma enorme cautela perto do carro. Teve um motorista de ônibus que brincou ” você está  sem carro, hein?”.  E, verdade seja dita, o descer do teto de um F-Type conversível é uma obscenidade, quase um striptease!

DE 0 A 100KM EM 4,3 SEGS

O carro responde rápido, faz de 0 a 100 km/h em apenas 4,3 segundos. Eu cheguei a pouco mais de 250 km/h com ele e senti o bicho seguro e estável, o que é surpreendente, porque além de ter tido o comprimento encurtado e ter pouca distância entre os eixos, a plataforma do F-TYPE é de alumínio, assim como os painéis, o que deixa o carro super leve. Depois de algumas horas de familiaridade você se adapta e percebe o quão coeso e dirigível o F-TYPE é. Os freios são sensacionais e as mudanças de marcha da caixa automática são muito rápidas.

SOM E SISTEMA DE BORDO

Com o teto fechado ele isola bem os ruídos externos e você não perde o ronco do escapamento, que pode ser potencializado por meio de um simples botão no console. Essa função tem que ser desligada na hora de fazer qualquer ultrapassagem. Afinal de contas, você não vai querer matar o tiozinho do utilitário ao lado de susto, não é mesmo? Por falar em ruídos, o som é de uma qualidade excelente, tem só 0,5% de distorção – para comparar, um som automotivo com 6% de distorção já é considerado excelente! O sistema touchscreen, comum com todos os carros da Jaguar Land Rover, é um pouco lento e confuso de usar no início.

ESPAÇO

O pouco espaço – além do porta malas pequeno – é  meio irritante para alguém como eu que está sempre com mochila ou mala. Qualquer coisa maior do que uma caixa de sapato viaja no chão, aos pés do passageiro. A distância entre o motorista e passageiro, que são separados pelo console, marcha e vários botões de comando, pode fazer o passageiro de um Jaguar F-TYPE se sentir um pouco excluído. O jeito é brincar com os botões do console enquanto o felizardo pilota a máquina.

O Jaguar F-TYPE não é um carro acessível, eu sei. Mas é forte e cheio de carisma. Depois de uma semaninha de diversão pura dá pra entender o seu posicionamento e preço.

165A3625.00_02_12_54.Quadro001

Créditos Vídeo:

Direção: Jaime Andrada e Luiza Villaça // Roteiro e edição: Jaime Andrada //  Direção de Fotografia: Victor Collor

Agradecimentos: Ketchum Estratégia // Fernando Ozi // Ana Giulia Costa e aos meus pais Antônio Sérgio e D. Vilma, que receberam a gente depois de um dia de filmagem, mortos de fome, com as melhores coxinhas do mundo.

Fotos: Jaime Andrada

 

Tags: , , ,

3 opiniões sobre “Na estrada com o Jaguar F-TYPE conversível”

  1. Cenas cem por cento de cinema. Agora descubra rapidinho qual a melhor cidade do estado de São Paulo para rodar um filme. Você e sua equipe já mostraram potencial. Também fiquei com vontade de comer coxinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>